Safra 2018/2019 deve bater recorde

A safra de grãos no Brasil será recorde no período 2018/2019. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o País deve colher 238,4 milhões de toneladas, número 4,6% maior que o da safra passada, o que representa um incremento de 10,6 milhões de toneladas. Até então, a maior colheita havia sido registrada no ciclo 2016/2017. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (11).

Condições climáticas favoráveis influenciaram a produtividade em todas as regiões do País e, por isso, a previsão mudou para melhor, de acordo com a companhia. Também houve um pequeno aumento na área plantada de algodão e soja, o que leva a área total para 62,5 milhões de hectares.

A Conab informou ainda que produção de soja deve chegar a 120,1 milhões de toneladas (+0,7% sobre o ciclo passado) e a de algodão a 2,4 milhões de toneladas de plumas (+17,8%). Já a produção de milho deve ficar em 91,1 milhões de toneladas e caso esse número se confirme, haverá um aumento de 12,8% frente à safra anterior.

Levantamento do IBGE

O Instituto também faz um estudo do tamanho da safra e que é divulgado no mesmo dia do da Conab. Esses dados, no entanto, fazem um recorte de tempo diferente. No estudo da companhia se leva em conta o ano safra, que vai de julho de um ano até junho do outro. Os dados do instituto fazem referência a anos fechados e, por isso, há diferença entre os dois resultados.

Pela pesquisa do IBGE, a safra 2018 deve fechar com 227,3 milhões de toneladas; a 2019, com 231,1 milhões de toneladas. “Para 2019, aguarda-se uma janela de plantio maior para o milho, já que, em boa parte desses estados, as chuvas já chegaram, o que permitiu o plantio antecipado. Para o algodão, os preços favoráveis do produto devem incentivar investimentos nas lavouras e aumento da área plantada”, afirmou o gerente da pesquisa, Carlos Antônio Barradas.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Conab e do IBGE
https://bit.ly/2zTnIXs

Comments