Ranking das variedades de cana-de-açúcar mais rentáveis

A qualidade e a produtividade da cana-de-açúcar obtidas durante a safra é um fator determinante para garantia de melhor preço no mercado. O Brasil é o maior produtor mundial de cana e por isso apresenta um setor de tecnologia de produção bem desenvolvido. Mas uma dúvida frequente do produtor agrícola é qual variedade utilizar, a fim de garantir a melhor rentabilidade. Para isso, é fundamental que o produtor escolha a variedade com as características mais adequadas a sua região de produção e aos manejos utilizados. Para auxiliar na escolha, separamos as cinco variedades mais utilizadas no Brasil, que entregam os melhores resultados e rentabilidade, salientando suas principais características e manejos.

1. RB966928

É a variedade mais plantada na região canavieira do país principalmente nas regiões nordeste e sudeste e corresponde a 17% de toda área cultivada com cana RB no Brasil. Foi desenvolvida em 1996, no estado de Alagoas, a partir do cruzamento da variedade RB855156 com pólen da RB815690. A variedade apresenta elevado teor de sacarose no início da safra, pode ser cultivada em ambientes de médio e alto potencial fértil e apresenta bom desempenho em plantio e colheita mecanizados. É uma excelente alternativa de cultivo para obtenção de elevadas produtividades de colmos e teor de sacarose.

Possui hábito de crescimento inclinado, bainhas de coloração verde amareladas semi-abertas. Apresenta diâmetro do colmo médio, densidade do colmo média e índice de perfilhamento alto. A brotação da cana-planta, brotação em soca e brotação em soca visando a colheita mecanizada são consideradas boas. Possui elevada velocidade de desenvolvimento e um bom fechamento nas entrelinhas. Apresenta elevada sanidade vegetal, sendo tolerante a ferrugem marrom, ferrugem alaranjada, mosaico, amarelinho e escaldadura das folhas moderadamente tolerante ao carvão. No entanto, a incidência do carvão é um problema quando a RB966928 é cultivada em ambientes restritivos, por isso, neste caso seu cultivo não é recomendado.

2. RB867515

Por muitos anos foi a variedade mais plantada no Brasil e resultou do policruzamento da RB72454 com diversas outras variedades que resultarem em suas características de produtividade. Tem hábito de cruzamento ereto, com perfilhamento médio e colmos de diâmetro médio e alta uniformidade. Uma característica ligada a variedade é o colmo com alguns pontos com coloração roxa. Possui elevada velocidade de crescimento, bom fechamento nas entrelinhas e alta produtividade. Mesmo quando colhidas sem queima, apresenta ótima brotação na soca.

Seu uso é recomendado em ambientes de médio e baixo potencial de produção. Não deve ser plantada em solos argilosos de boa fertilidade onde pode ocorrer ataque de estrias vermelhas. Tolera a seca de forma moderada, mas não é resistente a herbicidas. A variedade apresenta boa capacidade de brotação mesmo em plantio tardio e temperaturas mais baixas. O teor da fibra fica em média 13% e é uma ótima opção para corte em áreas de vinhaça. Quando a doenças é resistente ao carvão, escaladadura, a ferrugem e ao mosaico. O período de corte recomendado vai de junho a agosto.

3. CTC4

A variedade é a mais reconhecida quando se trata de eficiência para colheita mecanizada e resistência ao pisoteio das máquinas. É uma das cultivares mais utilizadas nas regiões sudeste e centro-oeste a apresenta elevada produtividade quando cultivada através de manejos que respeitem suas características. A planta apresenta crescimento vigoroso, hábito sem tombamento, colmos médios a longos, de diâmetro fino a médio e bom perfilhamento. A produtividade da cana-planta e da cana-soca são muito elevadas, além de apresentar uma boa capacidade de perfilhamento e alto teor de sacarose. Apresenta um bom fechamento nas entrelinhas, mas um baixo teor de fibra e não é resistente a herbicidas.

Seu plantio é recomendado em ambientes de médio a bom potencial e é indicado realizar a colheita no meio da safra. A maturação é média e apresenta excelente brotação de soqueiras.  É resistente ao carvão, escaldadura e mosaico, moderadamente resistente a ferrugem e não resiste ao amarelecimento.

4. RB92579

Variedade de muito impacto na região nordeste no Brasil, além da importância econômica, apresenta relevância social, pois impactou de forma positiva o desenvolvimento de regiões do litoral, zona da mata e do agreste nordestino. É uma variedade cruzada entre a RB75126 com o pólen da RB72199. Apresenta hábito de crescimento ereto, folhas com pontas curvas, ótima brotação e alto perfilhamento. É muito responsiva à irrigação e muito eficiente no uso da água e apresenta uma boa recuperação após períodos de seca. Sua velocidade de crescimento é lenta, mas apresenta alta produtividade nas quatro primeiras folhas, perfilha muito e seu teor de açúcar é 30% maior que outras variedades.

A RB92579 é uma variedade exigente em fertilizantes, pois apresenta uma população grande de 110 mil a 120 mil colmos. É resistente à ferrugem marrom e moderadamente resiste à ferrugem alaranjada do carvão. Pode ser plantada de julho a janeiro no nordeste e fevereiro a julho no sudeste e centro-oeste.


Quer saber mais sobre Cana-de-açucar? Temos dois artigos que podem te ajudar:

PRINCIPAIS PRAGAS DA CANA


CUIDADOS FUNDAMENTAIS NOS VIVEIROS DE CANA-DE-AÇUCAR

Comments