Planejamento safra verão 20/21

Um bom planejamento da safra permite que o produtor tenha maiores ganhos e menores perdas, reduzindo custos e aumentando rentabilidade. É fundamental que mesmo o produtor mais experiente não deixe de realizar o planejamento, para não correr o risco de repetir a mesma estratégia ao longo de muitos anos. O período de planejamento da safra verão 20/21 está chegando, e esse é o melhor momento para o agricultor refletir sobre as estratégias passadas e se preparar para a nova safra com maior segurança. Neste artigo separamos os principais pontos de cuidado para garantir uma produção de qualidade.

Quais as vantagens de um bom planejamento?

Um planejamento bem realizado não leva em consideração somente o período de plantio e colheita. Parâmetros como determinação de margem de risco, cálculo da média estimada de lucro e projeção de custos envolvidos durante a produção são pontos importantes para tomada de decisão. Com esses parâmetros é viável saber pontualmente se é possível reduzir custos sem risco de perder produtividade.

Conhecer o cultivo que será produzido

Conhecer profundamente as características do cultivo que será produzido e não somente as características gerais é muito importante para realização do planejamento. Por exemplo, ao planejar a safra de verão da soja, é fundamental saber os preços de insumos no mercado e o provável preço de venda.

Mas além disso, é fundamental conhecer quais as principais doenças, pragas, quais as necessidades do solo em cada ponto da área, necessidade de irrigação, impactos da mudança de clima, dentre outros. Assim, é possível planejar levando em consideração características bastante amplas que possam causar perda de produtividade no cultivo. Em propriedades em que o cultivo é divido por talhões, essas características devem ser conhecidas para cada área específica, o que permite um maior detalhamento do planejamento.

São diversos fatores que levam à maior produtividade das lavouras e cabe ao produtor decidir sobre o que é melhor, dentro da realidade de seu cultivo. Entre as principais decisões do planejamento da safra estão a escolha da variedade (veja a seguir), a época do plantio, o tratamento das sementes, uma boa semeadura, cuidados com manejos como dessecação, cobertura e proteção do solo, profundidade e densidade de plantas, equilíbrio nutricional do solo, aplicação correta de fertilizantes e controle fitossanitário.

Histórico da produção e a escolha da variedade

Uma boa safra se inicia com boas escolhas no momento certo, e a escolha da variedade correta é a estratégia base para tomada das demais decisões. Por isso antes mesmo do término da safra anterior o produtor já deve iniciar uma análise da sua safra, com foco na safra futura.

Por isso, é importante avaliar as diferentes variedades que estão disponíveis no mercado quanto às suas características de tolerância ao clima, fotoperíodo, resistência a pragas e doenças e a característica de cada genótipo. Quando o produtor tem conhecimento das características da região ao qual está inserido, a escolha da variedade mais adaptada se torna mais assertiva. A análise das variedades mais responsivas na safra anterior é uma estratégia que gera bons lucros.

Um ponto muito importante se refere a relação das cultivares e época de semeadura que tem um impacto grande em toda a safra da soja. Durante o planejamento e escolha da variedade, deve-se sempre estar atendo a época de semeadura mais adequada para cada genótipo. É fundamental trabalhar com variedades com diferentes ciclos, escalonando o plantio e prevendo as mudanças de clima, como os veranicos.

Outro ponto bastante relevante se refere a todo o histórico de produção da área, como os problemas fitossanitários, produtividade da última safra, problemas enfrentados quanto à falta de insumos ou falta de monitoramento adequado, o que pode limitar o potencial de produção do cultivo. Com o conhecimento das pragas e doenças presentes na área o produtor pode escolher a variedade mais resistente e que melhor se adequa a sua lavoura. Por isso, manter o monitoramento e histórico da área atualizados é fundamental para dar base a um bom planejamento.

Acompanhe todas as novidades

Além de tudo o que já citamos acima, o produtor deve buscar informações sobre sua produção constantemente. Instituições como a EMBRAPA, IAC, MAPA, universidades, dentre outros, produzem pesquisa e informação para que o agricultor se atualize das últimas tecnologias. Além disso, é importante ficar atento aos preços praticados no mercado, para que a safra seja vendida com o melhor retorno. O Cepea/Esalq é uma fonte bastante confiável para atualização diária de preços. A busca de informação é tão importante quanto o planejamento inicial da safra, e aqui no blog estaremos publicando diversos conteúdos atualizados para auxiliar o produtor nas sua tomada de decisão.


Leia mais:

5 motivos para ter Farmbox na minha fazenda

Farmbox Scout: Software gratuito para monitoramento de pragas: Conheça mais!

Comments