Expectativa de colheita de milho aumenta, como analisar a safra?

Com a safra de milho em andamento, a expectativa de colheita segundo a
Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) é ultrapassar os 95 milhões de
toneladas devido às chuvas que ocorreram nos últimos meses nas regiões
produtoras da segunda safra de grãos, principalmente no Centro-Oeste,
conforme divulgado no 8º Levantamento da Safra de Grãos 2018/2019, no dia
09 de maio.


Além das condições climáticas, observou-se que o cultivo da soja foi bastante
adiantado nas regiões produtoras o que ajudou a chegar neste cenário
divulgado pela companhia.


A produção de milho já conta hoje com um grande avanço tecnológico de
cultivares, mas em contra partida ainda há uma preocupação em manter uma
população de plantas ideal para não comprometer os rendimentos do grão. E
no período de estabelecimentos das plantas as pragas iniciais são uma das
principais causas de perda de stand de plantas.


O ataque as plantas podem ocorrer por pragas subterrâneas (ex: Coros e
Larvas), ou aéreas (ex: Percevejos e Lagartas). Com o manejo integrado das
pragas (MIP) é possível monitorar o comportamento desses alvos na lavoura.
Analisar essas informações em tempo hábil é fator determinante para uma
tomada de decisão assertiva, já que o estabelecimento das plantas na fase
inicial se dá rapidamente.


O produtor hoje pode contar com o Farmbox – Gestão Agrícola, para o
acompanhamento de todos os processos e controle dos fatores que podem
comprometer os rendimentos da safra (semeadura, adubação, pragas,
pluviometria, e aplicações de defensivos). Com as informações de produção
decorrente do manejo da lavoura, mitigar os custos diários é um fator
importante para o aumento do lucro final, já que se observa um mercado
instável para a negociação das produções da safra atual.

Fonte: Conab


Baixe nosso E-book e tenha uma safra de sucesso!

Conheça os desafios efetivos de grandes propriedades

Comments