Uso excessivo de defensivos pode acabar com lucro de lavouras

O controle de pragas está entre os principais investimentos de um produtor. Por isso, o uso racional de defensivos agrícolas é de extrema importância para o produtor que quer evitar perdas de produtividade e de lucratividade.

Quando falamos em uso racional estamos nos referindo ao timing do controle certo, controlando o alvo correto, na dosagem correta, com a tecnologia adequada e em áreas que estejam com índices de infestações comprovados. Essa prática evita desperdícios e gastos desnecessários com insumos, assim como evita a resistência das pragas aos princípios ativos.

Segundo pesquisas de campo, falta de domínio na aplicação de defensivos pode causar um desperdício de produtos que chega a 70%. Além da perda de insumo, não acertar o alvo correto permite que as pragas continuem atacando a lavoura, causando perdas de produtividade.

E para fazer uma aplicação precisa de defensivos, torna-se imprescindível ter conhecimento sobre aspectos como o nível de infestação das pragas, o seu estágio de desenvolvimento e quais são as áreas da lavoura afetadas. Neste cenário, a tomada de decisão a respeito da pulverização é facilitada a partir das informações geradas por um sistema de gestão como o Farmbox.

Resistência das pragas

Você sabia que o erro no controle de pragas leva à resistência destes insetos? A resistência da praga costuma ocorrer em função do uso excessivo de um mesmo produto ou de insumos pertencentes ao mesmo grupo químico, o que leva à seleção natural dos insetos. Sendo assim, além do timing correto nas pulverizações de defensivos químicos, é recomendado que o produtor sempre realize a rotação de defensivos pertencentes a diferentes grupos para evitar este tipo de problema.

A consequência da evolução desta resistência é o aumento no número de aplicações devido à redução da eficiência dos produtos químicos. E este uso intensificado de defensivos favorece ainda mais a evolução da resistência. Além disso, o uso excessivo de químicos acaba levando a outros problemas, como o desequilíbrio biológico devido à eliminação de inimigos naturais e o aumento do custo de produção.

Manejo Integrado de Pragas

Uma das maneiras de evitar o uso abusivo de produtos químicos é apostando no Manejo Integrado de Pragas (MIP). O controle de pragas não se resume à aplicação de um defensivo. A efetividade deste processo se dá por meio da interação entre diferentes fatores. Assim, entra em cena o MIP.

O MIP tem o objetivo de reduzir as populações de pragas ao ponto em que elas não causem danos à lavoura, ao mesmo tempo em que possam continuar sendo presas para os seus inimigos naturais, garantindo o equilíbrio do ambiente onde a cultura está inserida. Assim, é importante que o produtor adote diferentes estratégias do MIP.

Entre essas estratégias estão o uso do controle biológico, a rotação de culturas, o refúgio, o rodízio de princípios ativos, adubação equilibrada e variedades adequadas. Estas ações são complementares e indicadas para diminuir o uso exclusivo de produtos químicos que, como falamos, podem tornar os insetos mais resistentes.

Quando usar defensivos

Em resumo, a falta de controle ou o controle incorreto das pragas é capaz de trazer grandes prejuízos financeiros para o produtor, não só pela queda da produtividade, mas também pelo gasto desnecessário com defensivos. Para entender se é o momento ideal de tomada de decisão sobre pulverização de defensivos, é preciso conhecer a infestação da praga e saber se ela é capaz de causar prejuízo (dano econômico) de valor igual ao seu custo de controle.

Com esses dados em mãos, o produtor consegue decidir quando e qual é o princípio ativo adequado para esse controle. E com o uso de sistemas como o Farmbox, é possível melhorar a qualidade e a rapidez das informações vindas do campo, gerando mais confiança aos dados trazidos pelo monitoramento.

Além de analisar os dados agronômicos, o Farmbox oferece uma interface com dados rica em gráficos e mapas, o que otimiza a administração da lavoura, já que diminui possíveis erros nas amostragens e permite identificar de maneira muito mais eficiente e georreferenciar as primeiras ocorrências de pragas. Sendo assim, fica mais rápido para realizar o controle das pragas e assim atingir a máxima eficiência em sua operação.

A partir de uma gestão correta das operações, a lavoura apresentará uma lucratividade muito melhor. Conheça o Farmbox e fique a par de tudo o que podemos fazer pela sua fazenda.

Comments