O que preciso saber sobre administrar o estoque e ninguém falou

Administrar o quanto foi gasto com defensivos para o controle de pragas ou saber o quanto de produto ainda há em estoque são algumas das ações essenciais para manter a saúde financeira da fazenda. E quando o produtor conta com a ajuda de um sistema para fazer isso, a tarefa torna-se muito mais simples, rápida e precisa. Afinal, não controlar o estoque é como deixar sobre a mesa uma carteira cheia de dinheiro: cada um que passa pega o que precisa e não registra nada. Depois, como saber quem pegou o quê? E como planejar?

As entradas e saídas de dinheiro ou de insumos, se são controladas manualmente, por meio de planilhas ou no papel, têm grandes chances de estarem incorretas em algum momento do processo. Neste contexto, a inteligência de um sistema faz com que este controle seja mais preciso. E, quando se trata da saúde financeira da fazenda, quanto mais acerto, melhor.

Gerenciando o estoque

Para garantir a eficiência no controle do estoque, é preciso analisar quais são os principais aspectos que compõem a rotina da fazenda para, então, seguir os seguintes passos:

1. Inventário

A administração de um estoque começa por saber quais são os produtos que estão (ou não) armazenados, seja na própria fazenda, seja em estoques externos, como nas revendas. Por mais que insumos como defensivos agrícolas não tenham o mesmo valor do maquinário utilizado na lavoura, o seu controle é importante, pois o uso destes produtos impacta diretamente no resultado da produção, uma vez que eles agem para controlar as pragas.

Portanto, inventariar tudo aquilo que é de propriedade do produtor é indispensável para começar o processo gerencial do estoque. Em uma operação de campo, como ocorre com o controle das pragas, o inventário é fundamental para conduzir de forma mais sustentável o uso dos insumos.

2. Controle de entradas e saídas

Controlar tudo aquilo que entra e sai da fazenda pode ser algo rotineiro para os gestores rurais. Porém, este costuma ser um processo complexo, que pode causar muitos transtornos, se não for realizado de forma organizada.

Neste sentido, controlar o estoque de insumos de forma automatizada permite diminuir as chances de erro neste controle. Isso porque, quando há um histórico de dados de entradas e saídas dentro de um sistema, é possível fazer a administração em tempo real e um gerenciamento mais amplo do que está sendo usado.

3. Relatório

Por mais importante que seja ter um controle do estoque em tempo real, nas grandes fazendas, que são verdadeiras empresas, também é preciso haver um controle geral, compilando todas as informações de um mês ou um ano de trabalho. E nada melhor do que um relatório para visualizar estas informações.

Por meio de sistemas como o Farmbox, o produtor tem acesso a relatórios com dados gráficos que permitem ter uma visão mais clara das movimentações do estoque. Assim, fica mais fácil e rápido conferir tudo o que foi utilizado, comprado e o que está armazenado, organizado para que nenhuma informação se perca.

4. Estoque organizado: preciso cadastrar produto por produto?

Não é preciso ter todo esse trabalho: o Farmbox tem um robô, integrado com o Agrofit. Assim, você digita apenas três caracteres e o cadastro do produto é incorporado à sua base. Além de ser menos trabalhoso, isto elimina qualquer tipo de erro na inserção do produto no estoque.

Como funciona na prática

Administrar o estoque é uma tarefa que se torna muito mais prática, ágil e precisa com a ajuda de um programa como o Farmbox. Por isso, reunimos algumas imagens que mostram como o controle de estoque é feito com o auxílio da ferramenta. Confira:

alt

Na tela acima, o produtor consegue ver os tipos de produtos que há no estoque e o seu valor unitário.

alt

Desta forma, é possível alimentar o estoque, inserindo os produtos, fazendo o inventário, movimentando os insumos e inserindo o custo de cada produto.

alt

Estas informações sobre a alimentação do estoque ficam concentradas no menu de operações.

alt

Já no menu de gestão, é possível saber quais são os custos das aplicações para cada talhão e a quantidade aplicada.

alt

Além disso, o gestor tem acesso a relatórios úteis no trabalho de administração sobre a movimentação constante do estoque. Em função da importância destes dados, é indispensável que as informações sobre as aplicações executadas estejam em dia.

Ou seja, um sistema de gestão agrícola como o Farmbox tem muitas vantagens a oferecer para o produtor. Quando o assunto é administração do estoque, o software é capaz de deixar o trabalho na fazenda mais simples, permitindo tomadas de decisão mais rápidas e eficazes. Faça um contato conosco e saiba o que mais podemos fazer pela sua produção.

Comments