Como a tecnologia ajuda na gestão do agronegócio

O termo agrotech é usado para designar a aplicação da tecnologia no campo, incluindo aplicativos, sistemas de gestão, entre outros. No caso dos softwares de gestão de fazendas, eles são responsáveis pelo registro de dados operacionais e financeiros de todos os processos executados para administrar grandes áreas de terra, trazendo, assim, informações mais precisas a fim de facilitar o trabalho de gestão do grande produtor.

O investimento em tecnologia por parte dos agricultores já ocorre há décadas, com máquinas equipadas com pilotos automáticos e modificação genética para melhorar a qualidade da produção, por exemplo. No entanto, ainda há resistência de alguns produtores quando o assunto é a adoção de ferramentas digitais capazes de contribuir para a gestão das terras. Uma das explicações para isso é que, historicamente, as opções de software disponíveis no mercado não conseguiam suprir as necessidades dos grandes produtores.

Porém, com a evolução tecnológica e o mercado de tecnologia mais voltado para o setor agrícola, os programas para a gestão do agronegócio têm sido otimizados com bastante rapidez. Portanto, chegou a hora de os agricultores começarem a pensar sobre como os sistemas e os aplicativos para facilitar a gestão da fazenda podem se encaixar na sua estratégia de negócio.

Vantagens de adotar um programa de gestão

Os sistemas de gestão do agronegócio têm como objetivo otimizar a produtividade agrícola, utilizando meios mais modernos para conseguir resultados melhores em relação à qualidade, à quantidade e, logo, ao retorno financeiro da produção. Ou seja, a finalidade de se usar um sistema de gestão é a capacidade de fazer mais com menos, facilitando a tomada de decisões para tocar o negócio a partir de informações mais precisas, sempre atualizadas e disponíveis.

Nesse sentido, existem algumas vantagens no uso dos programas de computador que merecem destaque. Confira:

Planejamento: em qual cultura investir, qual é o melhor solo para plantar determinado produto, qual é a melhor época para semear e como manejar a cultura escolhida estão entre as principais questões que os produtores precisam avaliar. Com um sistema de gestão eficiente, é possível tomar essas decisões com mais agilidade, já que o software é capaz de oferecer informações precisas a respeito de cada tipo de produção.

Aplicações: quanto de adubo você precisa aplicar no solo para o cultivo crescer saudável? Ou quanto de herbicida é preciso aplicar para matar as ervas daninhas sem prejudicar a lavoura? Em que zonas da fazenda há risco de infestação? Esse tipo de controle de aplicações de insumos também pode ser facilitado a partir das informações geradas pelo sistema de gestão.

Operação: com a ajuda de um sistema de gestão das terras, o grande produtor rural consegue fazer um acompanhamento amplo da sua produção, da preparação do solo e plantio à colheita, o que inclui informações em tempo real sobre o clima, o controle do crescimento das suas culturas, enfim, um monitoramento completo para deixar o produtor mais ciente do que ocorre na sua fazenda. Dessa forma, com a facilitação e um controle maior de toda a operação, o resultado final do plantio tende a ser muito mais satisfatório.

Controle financeiro: controlar o quanto foi gasto com insumos para o desenvolvimento da produção, bem como saber o quanto de produto ainda há em estoque e o quanto já foi vendido é fundamental para manter a saúde financeira de um negócio. E quando o produtor conta com a ajuda de um sistema digital para fazer isso, a tarefa torna-se muito mais simples e rápida.

Comercialização: definir o melhor momento para comercializar a colheita e por qual preço vender podem não ser decisões fáceis para alguns produtores. Mas um software de gestão é capaz de ajudar bastante nesse sentido, já que, ao fornecer informações como o custo de produção e os preços de mercado, ele contribui para que o produtor aja com mais segurança e assertividade.

Expansão: em geral, os grandes produtores rurais estão sempre avaliando a possibilidade de expansão do seu negócio, procurando boas oportunidades para comprar mais pedaços de terra. E quando o produtor pode contar com o auxílio da tecnologia para saber a real situação da sua produção, fica mais fácil tomar decisões sobre o futuro da fazenda.

Agilidade: quando você coloca informações para dentro de um sistema, a praticidade do mundo digital permite que o produtor as encontre quando quiser. Sendo assim, além de não precisar anotar os dados manualmente, ele não precisará mais ficar procurando as informações que precisa em meio a vários papéis.

Herança: e por falar em colocar informações dentro de um sistema, essa é uma facilidade que não só agiliza os processos, mas também permite que os dados sejam passados adiante. É comum que as empresas familiares voltadas para o agronegócio sejam passadas de geração em geração, e com a organização, a armazenagem e a proteção dos dados da propriedade, a próxima geração pode assumir o total controle do negócio com mais segurança. Entre em contato com a Farmbox e saiba mais sobre o que podemos fazer pela sua fazenda.

Comments